Editorial


O mês de novembro de 2017 correspondeu ao primeiro mês de exercício do mandato dos novos orgãos eleitos para o quadriénio 2017/2021.

No decurso deste primeiro mês realizámos duas iniciativas que serviram essencialmente para dar a conhecer aos eleitos a real dimensão da Freguesia da Guarda.

No início do mês, os sete membros da junta, dos quais três estão pela primeira vez, ficaram a conhecer todo o património pertencente à Freguesia e fizeram, ainda que de forma breve, uma visita a toda a área administrativa da Freguesia da Guarda.

Por outro lado, no dia 23, solicitámos a realização de uma Assembleia de Freguesia extraordinária também com o intuito de apresentar a todos os 19 membros um retrato do que é hoje a Freguesia da Guarda.

Este quadriénio corresponde à efetivação da Freguesia da Guarda como entidade político-administrativa após os quatro primeiros anos de “agregação” das três ex-freguesias.

Em novembro desenvolvemos o procedimento concursal  correspondente à 1ª fase das obras do alargamento do Cemitério da Guarda-Gare e até ao final do mês recebemos as propostas das empresas que foram convidadas, para depois serem analisadas e selecionada a empresa que fará a obra, conforme o projeto apresentado. É o maior investimento que a Freguesia da Guarda vai iniciar e desenvolver-se-á no decurso da maior parte do atual mandato.
























Assembleia de Freguesia Extraordinária

 

Reuniu no dia 23 de Novembro, em sessão extraordinária, a Assembleia de Freguesia da Guarda.

Estiveram presentes todos os eleitos e nesta sessão tomou posse um dos eleitos que não pôde estar presente no dia da instalação dos novos eleitos  para o quadriénio 2017 / 2021.

A sessão foi presidida pelo Presidente, Peres de Almeida e fundamentalmente tratou-se de apresentar o retrato da freguesia a todos os eleitos onde metade são deputados pela primeira vez.

Participaram também nesta sessão quase todos os funcionários que organizaram e protagonizaram a apresentação da freguesia na sua dimensão patrimonial, financeira, comunicação e imagem e automóvel.

Tratou-se pois de procurar enquadrar todos os deputados nas vertentes mais importantes da dinâmica da freguesia da Guarda.

































Trabalhos


Novembro foi o mês dos preparativos para o Natal

Os edifícios da freguesia enfeitaram-se; e, no dia da cidade também se encheram de luz!

Iniciamos ainda as Campanhas de recolha de alimentos, vestuário e brinquedos, quer nos JI e EB1, quer junto dos supermercados que nos permitiram essa tarefa.

Com o início do verdadeiro tempo outonal, a tarefa de limpar folhas caídas, apesar de não desmerecerem a paisagem, foi exigida nos bairros, com a desobstrução de alguns sumidouros e estabelecimentos de ensino.

Contudo, foi o bairro do Torrão que mais tempo ocupou, visto exigir desmatar vegetação de, pelo menos, dez anos!

Para além da recolha das folhas, na EB1 do Bairro do Pinheiro fez-se uma pequena obra, cimentando a entrada / passeios do recinto escolar.

Concluiu-se também a obra de manutenção e conservação, do parque de merendas, na Quintazinha do Mouratão.

Colaboramos com Instituições da Freguesia: participando na "Feira dos sabores", ajudando na "Invernal de BTT" do Clube de Montanhismo, a Cáritas Diocesana, o Centro Cultural da Guarda e a Aldeia de Crianças SOS, onde se desmataram árvores, entre outra limpeza de vegetação.























 Notícias/Eventos

 

Novembro foi rico em Celebrações!


Começando com a festa litúrgica de São Nuno de Santa Maria, o mês terminou com os 818 anos da cidade e a comemoração do Dia das Cidades Educadoras: a cujo grupo a Guarda pertence.

Revelando a grande riqueza associativa da Freguesia, durante o mês assinalaram-se ainda os 40 anos da CERCIG, o 55º aniversário do Centro Cultural da Guarda  e os 81 anos da Casa da Sagrada Família: aberta na Guarda pelas Irmãs Dominicanas de Stª Catarina de Sena, que completaram século e meio!

Também assinalando o centenário da entrada no Seminário, em novembro de 1917, teve lugar a apresentação do livro “Homem de Deus para a Humanidade - Padre Joaquim Alves Brás” fundador de outra grande obra.