Editorial
 

O mês de novembro compreende a comemoração do Dia da Cidade que se celebra no dia 27.

E já lá vão 819 anos sobre o foral atribuído por D. Sancho I, "O Povoador", à cidade da Guarda.

Como nos anos anteriores, foi um dia marcado por várias iniciativas que envolveram a comunidade.

O dia 27 de novembro de 2018 não foi diferente e o programa começou logo pelas 10h30 e prolongou-se até à hora final do dia com os espetáculo no TMG da artista Áurea.

O convidado de honra foi o Dr. Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna que juntamente com a Exmª Presidente da Assembleia Municipal, Drª Cidália Valbom e o Exmº Presidente da Câmara Municipal, Dr. Álvaro Amaro, protagonizaram os discursos da sessão evocativa na sala da Assembleia Municipal.

Os mesmos protagonistas com a presença dos Presidentes da Junta de Freguesia e dos Bombeiros Voluntários de Famalicão procederam também à inauguração do novo quartel daquela localidade.

Registamos também com muito agrado a assinatura do protocolo com a Orquestra Filarmónica Portuguesa que vai começar a trabalhar num projeto de criação de uma orquestra na Guarda com os músicos, crianças e jovens, que frequentam as escolas de música e o Conservatório Regional da nossa cidade.

Outras iniciativas, também elas importantes, se inseriram nas comemorações do aniversário, cujo programa iniciou logo no fim-de-semana anterior.

 

Ainda em novembro e no dia 29 a Junta de Freguesia e os "5 Sentidos", gabinete de psico-pedagogia, dinamizámos a primeira Conferência de Educação cujo tema versou o relacionamento pais/filhos e as questões associadas aos mecanismos da disciplina.

Uma sessão que se prolongou por mais de quatro horas e teve a presença de quase cem pessoas, que efetuaram muitas perguntas.

A par do apoio que prestamos no âmbito dos projetos no ensino pré–escolar e do 1º ciclo, esta é uma nova vertente na área educativa, que terá no próximo trimestre a segunda conferência.



































Junta de Freguesia

Estamos empenhados na realização das obras correspondentes ao alargamento do cemitério da Guarda-Gare. Trata-se de uma necessidade porquanto o "original" está a concluir a sua capacidade.

Em 2018 iniciamos e ficará concluída a 1ª fase, num investimento próximo dos setenta e cinco mil euros restando para a segunda e última fase mais um gasto de quarenta mil euros.

É um esforço muito grande para a capacidade financeira da Freguesia e que limitou e vai limitar em 2019 a execução orçamental. Registamos com agrado o apoio financeiro da Câmara Municipal num total de quarenta mil euros.

A Junta de Freguesia tem vindo a acompanhar o desenrolar das obras, o que é também materializado pelas reuniões semanais efetuadas no local com equipa técnica da empresa Biosfera e da Câmara Municipal, Engª Cristina Rodrigues e Eng.º Horácio Brás, a quem deixamos os nossos maiores agradecimentos, por todo o apoio que temos apreciado, e deixamos com satisfação registado o nosso bem-haja.

A obra correspondente à 1ª fase, com algumas alterações, no decurso de novembro ficou praticamente concluída, e logo no início de 2019 desenvolveremos os procedimentos necessários para que a 2ª fase possa ocorrer durante esse ano.






















































Trabalhos

 

Apesar de, e também devido à chuva que marcou novembro, continuou a realização de trabalhos de limpeza com particular preocupação para a desobstrução de sumidouros: no "Bairro da Caixa" e arruamentos envolventes, como a R. Duque de Bragança, e alguns taludes de grande inclinação; na Quintazinha do Mouratão; no Monte Barro; na Urbanização da Corredoura; nas Bertas; no Camalhão; da zona do Ferrinho até à ponte do rio Diz; na R. do Povo e no largo atrás da Igreja da Guarda-Gare, com a poda de árvores.

O mesmo desbaste de árvores foi-nos pedido pela Escola Carolina Beatriz Ângelo.

Também nas vias foi necessário intervir: no caminho rural que liga o Carapito ao Alvendre, cortamos ramos que dificultam a iluminação pública; e, na estrada municipal que liga a Quintazinha ao Barracão, desobstruímos valetas.

Ainda no cemitério da Guarda Gare houve a necessidade de escoar as águas que ali permanecem em dias de precipitação mais intensa.


Nos dias em que foi possível demos atenção à horta comunitária, efetuando a limpeza da vegetação que já obstruía as passagens; e, iniciámos a preparação de mais três lotes que serão entregues no próximo mês.


Respondemos à solicitação do Clube de Caça e Pesca colaborando na mudança de sede; ajudamos os dirigentes do Clube de Montanhismos da Guarda na operacionalização da XV edição da "Invernal da Guarda"; e, retomamos as obras finais na churrasqueira e forno da Casa da Sagrada Família.

E, neste mês começou a preparação do Natal, sendo necessário colaborar com a decoração natalícia na cidade, bem como nas sedes da Freguesia. Também fizemos o carregamento de brinquedos oferecidos pelo Sr. Jean Pina, para a Loja Social "Mão Amiga" os doar a famílias com mais dificuldade.



































Notícias/Eventos


Apreciámos as boas iniciativas concretizadas pelo Núcleo da Guarda da Liga dos Combatentes a propósito do centenário evocativo do final da I Grande Guerra Mundial (1914-1918).

No dia 11 de novembro foi recordada a assinatura do armistício, o tratado que trouxe a paz e o fim do tempo bélico de quatro anos, que dizimou milhões de vidas humanas e destruiu cidades e países.

Apesar da chuva e vento forte estivemos no Jardim José de Lemos a lembrar esse importante momento na história da humanidade colocando uma coroa de flores no monumento aos soldados portugueses que pereceram no conflito.

Dias antes, a 8 de novembro, foi inaugurada uma exposição na Galeria do TMG alusiva à participação de Portugal na primeira grande guerra.

E, no dia 19 foi a apresentação de um livro, havendo a oportunidade de escutar as boas e sábias palavras sobre a origem e desenvolvimento deste trágico momento, numa conferência que decorreu no Auditório do Paço da Cultura.

Também o nº 38 da Revista Praça Velha, apresentado no Café Concerto do TMG, no dia 26 e já no âmbito das Comemorações do 819º Aniversário da Cidade, destaca a participação dos combatentes, oriundos da Guarda, naquele grande conflito de há cem anos.