Editorial


Dezembro é um mês deveras especial! É o último mês do ano, o mês do Natal, dos balanços, de outras festividades e também o mês da discussão e aprovação dos planos para 2018, nas Freguesias e Municípios.

Na nossa Freguesia, cooperámos com as iniciativas que viabilizaram o programa "Guarda Cidade Natal". Prestámos apoio social a mais de setenta agregados familiares, depois das recolhas de alimentos desenvolvidas em unidades comerciais com o apoio de voluntários, dos contributos do Sr. Jean Pina e ainda algum investimento da Freguesia.

Fez-se a Ceia de Natal  com todos os funcionários que quiseram colaborar.

O nosso sapatinho ficou ainda mais enriquecido com a reunião desenvolvida com a população da Quintãzinha Há que inovar no trabalho com as populações. É "desejo secreto" para o mandato…

Depois, e a findar o ano, verificamos que das sete empresas convidadas, três apresentaram a sua proposta para as obras a iniciar em 2018 no Cemitério da Guarda-Gare.

Para si, Cara(o) Cidadã(o), um agradecimento por nos acompanhar, votos de bom e melhor ano de 2018 e o desejo de podermos continuar a contar consigo e com as suas boas sugestões.




















                 







Trabalhos

 

Em dezembrocontinuamos o trabalho nos caminhos rurais  da freguesia, melhorando a circulação de pessoas e viaturas: desmatando ervas, limpando e acentuando valetas, abrindo e desobstruindo bueiros, regularizando o piso e remendando o maior número de buracos existentes. Estas tarefas tiveram o apoio financeiro da Câmara Municipal, através do Contrato Cidade.

Na zona urbana, efetuou-se mais uma limpeza geral nos 7 cemitérios sob a responsabilidade da Freguesia, limparam-se folhas e outra vegetação em diferentes locais mas, os trabalhos centraram-se na Póvoa: arranjos num passeio e limpeza de vegetação intrusiva num curso de água, com a colocação de uma conduta subterrânea, aproveitando a água que corre do lavadouro em excesso para a rega de terras cultivadas e evitando que saia para a estrada, com o consequente estrago do pavimento e perigosidade na altura da formação de geadas/gelo.

Prestámos colaboração ao Centro Cultural da Guarda para o seu Concerto de Natal e à Escola Secundária da Sé, numa prova de BTT.

Também recolhemos alimentos, vestuário e brinquedos oferecidos pelos JI e EB1, os quais ajudaram na execução dos cabazes de Natal entregues a famílias carenciadas da Freguesia.
































Assembleia de Freguesia

 

No dia 27 de dezembro realizou-se a sessão ordinária da Assembleia de Freguesia da Guarda .

Um dos temas obrigatórios na sessão de dezembro é o debate em torno das grandes opções do plano e do orçamento para o ano de 2018. E, o debate foi cumprido com a consequente votação: abstenção dos deputados eleitos pelo PS e pela coligação "A Guarda em Primeiro" (CDS, MPT e PT) e os votos a favor do grupo parlamentar de PPD/PSD.

O valor total do orçamento cifra-se em 461.734 € e a grande aposta da Junta de Freguesia é o início das obras da primeira fase do alargamento do cemitério da Guarda-Gare e a continuação do trabalho na área educativa e social.

A oposição referiu como principal crítica a falta de ambição que os documentos apresentam.

No decurso da reunião foi ainda aprovado o quadro de pessoal da Freguesia e o regimento interno dos trabalhos da própria Assembleia de Freguesia. Foi ainda aprovada uma moção de apoio ao trabalho dos Bombeiros e deliberou-se que o valor da senha de presença na sessão extraordinária vai ser oferecido, por cada um dos dezanove deputados, à Corporação da Freguesia.

Pode verificar aquitodos os documentos que foram disponibilizados aos Senhores Deputados, aquando do envio da Convocatória.

Os trabalhos foram dirigidos pelo Presidente da Assembleia, Peres de Almeida, e após o seu término procedeu-se a um brinde conjunto, para o bom curso do ano de 2018.



























 Notícias


A Freguesia da Guarda marcou presença no XXIII Congresso da Associação Nacional dos Municípios Portugueses  que decorreu na cidade de Portimão, no dia 9 de dezembro.

Participaram no Congresso mais de mil congressistas entre Presidentes de Câmara, Assembleia Municipal e um Presidente de Junta de Freguesia a representar os congéneres, de cada Concelho do país.

O Programa do Congresso contemplou os temas relativos ao balanço dos trabalhos do mandato 2013-2017, nas múltiplas vertentes interventivas da ANMP, e abordou a estratégia para o presente mandato no debate sobre a descentralização, as finanças locais, o quadro de apoio comunitário, as questões associadas à proteção civil e ainda outras atinentes ao desenvolvimento local.

A iniciar e concluir os trabalhos, a Sociedade Filarmónica Portimonense obsequiou todos com os Hinos: Nacional e do Poder Local Democrático.