Editorial

A Guarda beneficiou no mês de setembro de uma ampla visibilidade mediática, que a Junta de Freguesia saúda. Com transmissão televisiva, decorreu nos dias 12 e 13 a Feira Farta. Foi seguramente um fim-de-semana marcante para todo o concelho em razão da envolvência popular e pela especificidade da própria iniciativa organizada pela Câmara Municipal. A Freguesia da Guarda marcou uma forte presença com os produtos recolhidos na horta comunitária e num forno comunitário, apresentando as marcas “hortas e fornos da Guarda”.
Realizou-se a sessão ordinária da Assembleia de Freguesia onde, além da aprovação de uma moção de regozijo com a organização da Feira Farta, foi apresentada pelas técnicas associadas à freguesia, a ação social e educativa, que vêm desenvolvendo. Por último, setembro trouxe o início do ano letivo e a freguesia fez-se representar nas reuniões iniciais dos jardins-de-infância.

Assembleia de Freguesia e Municipal

A Assembleia de Freguesia reuniu no dia 25 de setembro e entre outros assuntos destacamos a apresentação da ação sócio-educativa da junta de freguesia que vai sendo concretizada com a indispensável colaboração de duas estagiárias que, além da descrição do que foi e do que vai ser feito, sujeitaram-se também ao escrutínio dos membros da assembleia.(ver+) Outro momento a considerar foi a comunicação da permanência no sítio eletrónico de um vídeo que mostra o que foi já concretizado na limpeza, corte e remoção da vegetação agreste e “doente” nos leitos e margens dos cursos de água do rio Diz e rio Noéme.(ver+)

Com o voto da maioria dos membros presentes foi aprovada uma moção de apoio à iniciativa da Feira Farta; cujo conteúdo foi apresentado e debatido na sessão da Assembleia Municipal merecendo o voto quase unânime dos seus membros.

A finalizar a sessão da Assembleia de Freguesia foi ainda aprovada uma proposta de alteração ao quadro de pessoal da Freguesia da Guarda. Também foi aprovado um pedido de revisão orçamental com o intuito de atribuir no orçamento a possibilidade de recolher apoios financeiros de indivíduos que pretendam apoiar a freguesia na esfera social.

Correspondendo a uma sugestão do Exmo. Presidente da Mesa da Assembleia a sessão do mês de dezembro realizar-se-á noutro local que fomente uma maior participação do público.

Trabalhos

Setembro é o mês do reinício de aulas, pelo que continuamos os trabalhos de limpeza nos estabelecimentos de ensino: no exterior dos Jardins de Infância da Póvoa, S. Miguel e Bairro da Luz, no Centro Escolar da Sequeira e nas escolas EB1 de Alfarazes, Stª Zita e Adães Bermudes. Correspondeu-se ainda ao pedido da Associação Despertar do Silêncio. Também continuaram os trabalhos de limpeza e outros arranjos em cemitérios da Freguesia, nomeadamente no Carapito e na Guarda-gare. Aqui, encontram-se em fase de conclusão as obras da respectiva Capela. O mesmo acontece com as obras de remodelação na sala multiusos.(ver+)

Exigindo trabalho constante, a limpeza urbana e rural manteve-se, com especial atenção para a estrada e rotunda do Barracão; os caminhos rurais da Sequeira, Várzea, Zambito, Quinta do Pombo, Quinta das Terras e Alfarazes; cuja zona residencial foi alvo de intervenção, assim como nas Barreiras. Procedemos ainda ao corte de relva em vários espaços públicos da cidade.(ver+)


Notícias

A Freguesia da Guarda associou-se à Feira Farta que decorreu junto ao Mercado Municipal. O seu stand encheu-se de hortícolas provenientes da boa vontade dos produtores das “Hortas da Guarda”, e de pão e biscoitos quentinhos, saídos dum dos fornos comunitários da Freguesia: na Sequeira. Além desses bens, comercializaram-se outros agro-alimentares, produzidos por particulares que solicitaram essa participação. A azáfama foi grande, com muitos visitantes e compradores. A encerrar a Feira, e também o programa VivaCidade promovido pela Câmara Municipal para animar os meses de verão, o Concerto de José Cid aqueceu a noite, já anunciadora do frio outonal.(ver+)


Eventos

Nos dias 19 e 20 de
setembro a Freguesia da Guarda foi convidada e esteve presente na Festa do Cobertor de Papa em Maçainhas. Foi um fim-de-semana de ateliers, debates, gastronomia, música tradicional, corrida "Rota da Lã”, venda de produtos e atividades, encerrando um Ciclo de Festivais de Cultura Popular, onde aldeias da encosta da Serra da Estrela mostraram as suas tradições agrícolas e de pastorícia.(ver+)