Dragon age 2 increase text size

Foods to improve sex drive in males

O remuniciamento e automatizado: dois operadores podem carregar 60 projeteis e cargas de projecao, em menos de 12 minutos. O PzH 2000 foi utilizado pela primeira vez em combate pelo Exercito holandes em agosto de 2006, contra alvos talibas na provincia de Kandahar, no Afeganistao, em apoio a Operacao Medusa.
A Estrategia Nacional de Defesa apresenta dentre suas metas o desenvolvimento de uma mentalidade de defesa na sociedade. Nesse sentido, A "trilogia" Forcas de Defesa tem como objetivo tornar os assuntos de defesa parte da agenda nacional, a ponto de influenciar decisivamente as politicas governamentais no futuro.
Os comentarios sao de responsabilidade de seus autores, e caso tenham conteudo inapropriado ou fora do topico, serao editados ou removidos. Os debatedores que insistirem em comentar fora do topico, realizar propaganda politica e desrespeitar outros leitores e editores, poderao ser bloqueados sem aviso previo. A Marinha do Brasil avaliou o obuseiro leve rebocado M777 (LV155) de 155 milimetros,┬áda BAE Systems, como um candidato para substituir os antigos M114A1 do mesmo calibre em servico no Corpo de Fuzileiros Navais – CFN. O sistema e aerotransportavel por avioes (C-130 Hercules, C-5 Galaxy e C-17 Globemaster III), helicopteros (CH-53E Super Stallion, CH-47D Chinook e MV-22 Osprey) e transportavel por veiculos MTVR, FMTV, M800, M900 e HMMWV (High Mobility Multipurpose Wheeled Vehicle). Ai vem um pais do tamanho, fisico e economico, do Brasil e se interessa em comprar 6 obuses !!!! Tudo bem q e uma comparacao meio exagerada entre o momento atual e a 2GM… mais 6 obuses ???
Se a END e a padronizacao que ela estabelece vale mesmo alguma coisa, este deve ser tambem o modelo que sera adotdo pelo EB.
Quando comecei a ler seu comentario, pensei que voce questionaria a validade de um equipamento como este nos dias de hoje. Com relacao a serem somente seis, nao ha nada de errado com isso, afinal irao equipar o unico batalhao de artilharia do CFN e provavelmente uma bateria apenas. Nao adianta sonharmos em termos 600 disso ou 20 subnucs e esses exercicios imaginarios se nao tivermos as unidades, tripulacoes e logistica necessaria para utiliza-los.
Espero que entenda o que quero dizer, a quantidade dos meios adquiridos sao baseados nas tabelas de organizacao e equipamento e nao em alguma formula magica como alguns pensam. Lembro que, a epoca, a dificuldade era produzir os sistemas eletronicos que suportassem a tremenda aceleracao a que a municao e submetida. Poderia perguntar sobre a Franca, Inglaterra, mas nao tem ninguem aqui que sirva la, ou tem ?
Ja no USMC, sao 4 Regimentos de Artilharia, um para cada divisao com um total de 14 Batalhoes de artilharia.
Marine,para um pais do tamanho do Brasil,voce realmente acha SEIS pecas de artilharia dessa indole suficientes??? Mas quando nos, leigos, dizemos que ter 6 canhoes e pouco, esta implicito que queremos que tenham meios para que os 60 ou 100 canhoes possam operar. Claro que com a atual organizacao dos fuzileiros ou do Exercito nao tem como termos numeros razoaveis de pecas de artilharia, mas gostariamos que fosse diferente e que houvesse batalhoes, regimentos, brigados, ou coisa que o valha, compativel.
Eu sou leigo, mas no meu modo leigo de ver, acho que 6 e muito pouco independente de ser 1 regimento, 1 batalhao, ou so um escoteiro, sua irma e seu caozinho. Estou perfeitamente ciente dos meios ainda da Segunda Guerra no EB e do tamanho territorial do Brasil. O que essas criticas nao tem como fundamento e que nada disso acontece de noite para o dia. Se aumentassemos a infantaria na mesma proporcao, passariamos entao ao inves de ter um CFN de 15.000 homens com quantos?
O fato continua o mesmo, nao adianta arrotarmos ou desejarmos numeros sem seguir tabelas de organizacao e equipamento ou a missao da unidade.
O fato continua que para uma corporacao com 3 batalhoes de infantaria, 1 batalhao de artilharia e mais do que suficiente.
O problema e que o pessoal fica com essa mentalidade de que “olha o tamanho do Brasil, logo 6 de equipamento X nao sao suficientes!” E desde quando e necessario cobrir todo o territorio com pecas de artilharia? Caso se um dia o CFN precisar ter seus 3 batalhoes de infantaria apoiados, sera feito muito bem or essa possivel futura bateria de 6 obuses.
Enfim, minha briga nao e com o fato de que deveriamos ter mais mas sim com os palpites e arrotos de numeros de meios sem qualquer base de analise. Bosco e demais amigos, la pelos meados dos anos 90 quando ainda era possivel eu ligava para o Francisco Ferro ou o Cosme D. Penso que podemos fazer a mesma analogia aos obuses, se bem acho que o CFN no devido templo ampliara para mais de um o numero de batalhoes de artilharia e tal escolha sem duvida nenhuma influenciara o exercito. Voce sabe que existem centenas de fatores precavindo a formacao de mais unidades ou pra voce que gosta do poder aereo eu queria que o Brasil comprasse 200 cacas no FX-2 mas e dai? Ou seja, voltando ao topico, nos, os cidadaos, damos o dinheiro para que o Estado faca o que tem que ser feito, em todas as areas, inclusive na militar, se nao faz, so podemos ficar cobrando que faca, porque nao e falta de dinheiro e nem de tempo, ja que o Brasil e independente e soberano o mesmo tempo que os EUA, que ao contrairo, fez. Eu entendo a frustracao Bosco, principalmente no que diz respeito ao quesito militar brasileiro.
Eu mesmo ja critiquei nossas FAs em muitas coisas mas nem por isso tudo que fazem e &^$%!
Mais pecas de artilharia, tem-se que criar novas baterias e grupos de artilharia, consequentemente mais gente e mais verba.
Pessoal,a aquisicao de 6 M777 nao quer dizer que vao ser apenas esses que serao adquiridos….e como os Piranhas,qtos a principio foram adquiridos? Percebe-se, portanto, que o obuseiro 155 mm M 114 AR nao atende as necessidades de mobilidade, alcance e amplitude de campo de tiro exigidas no combate moderno. O PzH-2000 ou Obus blindado em alemao, e presentemente o mais sofisticado sistema de artilharia em operacao no mundo.


Utilizando o obus L-52 de 155mm da Rheinmetal, o PzH-2000 utiliza um chassis derivado daquele utilizado plelo carro de combate principal Leopard-1.
O veiculo pode receber proteccao adicional com modulos de blindagem reactiva, que aumentam o peso e afectam a mobilidade do veiculo, concedendo-lhe no entanto uma proteccao mais eficiente.
O obus auto propulsado PzH-2000 (Panzeraubitze ou Obus blindado) foi apresentado pela primeira vez na Alemanha no inicio dos anos 90, tendo as primeiras unidades de pre-producao sido mostradas em 1995.
Concebido pela Kraus-Maffei Wegmann, e utilizando um chassis baseado no carro de combate pesado Leopard-1, o PzH-2000 distingue-se pelo alcance da sua arma principal, que pode disparar municao standard a distancias superiores a 30km. Alem do PzH-2000 foi igualmente estudada a possibilidade de instalacao do sistema noutras plataformas. Em 2008, um sistema derivado do PzH-2000, com a mesma peca de artilharia mas outro chassis mais leve foi apresentado pela KMW e pela Steyr-Daimler Puch, o braco europeu da General Dynamics. ERA, ou Exlplosive Reactive Armour, e um tipo de blindagem adicional que se coloca em veiculos blindados cuja proteccao mecanica ou blindagem e considerada insuficiente. Os modulos de blindagem funcionam como uma sanduiche com duas placas de metal com um nucleao explosivo. O aumento da capacidade e calibre dos projecteis de energia cinetica, que utilizam um perfurador de alta velocidade - nomeadamente os utilizados em canhoes d ecalibre 120mm e superiores - conseguem no entanto perfurar a maior parte destas blindagens.
Outro problema apontado a este tipo de blindagem, e o custo de reposicao, uma vez que ao contrario das blindagems compostas, que incluem ceramica e metal de alta densidade, a blindagem reactiva tem que ser substituida varias vezes durante o periodo de vida util do veiculo que protege.
Os dados conhecidos variam, mas ha blindagens que devewm ser substituidas a cada tres anos. OBSERVACAO: Pode-se converter um modelo L 118 em L 119 e viceversa, mediante a troca das bocas-de-fogo. O Obuseiro Leve 105 mm L118 AR, produzido pela fabrica inglesa ROYAL ORDNANCE, constitui-se num sistema de Artilharia de Campanha capaz de proporcionar excelente combinacao entre a flexibilidade, rapidez de acionamento e resistencia do material com a obtencao de um maximo alcance.
Obuseiro Leve 105 mm L118 AR pode ser empregado nas Brigadas de Infantaria, exceto nas blindadas.
Palamenta - Todo o instrumental necessario ao servico da boca-defogo, tais como: aparelho de pontaria (lunetas), quadrante de nivel, reguladores de espoleta, prisma de pontaria, balizas e dispositivos de iluminacao. Acessorios - Compreendem as ferramentas e equipamentos usados pelos serventes nas montagens e desmontagens autorizadas e para a limpeza e conservacao da boca-de-fogo, reparo, municao, etc. Peca - E o conjunto da viatura tratora, obuseiro, palamenta acessorios e pessoal necessario ao seu servico.
Peca em posicao de tiro - E a posicao em que o obuseiro tem a boca de fogo dirigida para a direcao geral de tiro (DGT), estando a peca acionada.
Peca em posicao de marcha - E a posicao em que o obuseiro se acha engatado na viatura tratora, com o material e o pessoal embarcados e dispostos segundo uma das formacoes previstas neste manual.
Direita e esquerda da peca - E a posicao referida ao lado direito ou esquerdo de um homem colocado atras da flecha e com a frente voltada para o tubo, estando a peca acionada ou nao. Direita ou esquerda de uma viatura tratora - E a posicao referida ao lado direito ou esquerdo de um motorista sentado na boleia dessa viatura.
Municiadores - Executam as funcoes especificas previstas neste manual e quaisquer outras funcoes atribuidas pelo CP. Motorista - A sua principal funcao e dirigir a viatura tratora da peca e executar a respectiva manutencao preventiva.
Corpo vazio - A granada apresenta-se na cor verde-escuro e e a municao padrao para confeccao das tabelas de tiro. O ouvido roscado para a espoleta situa-se na parte superior do corpo da granada e e rosqueada para espoletas de 2 (duas) polegadas ou tampoes para armazenamento e transporte. Corpo vazio - A granada apresenta-se na cor verde-claro e e do tipo ejecao pela base, devendo ser utilizada, portanto, com espoleta tempo. A granada apresenta-se na cor branca (leitosa) e, ao se fragmentar, produz uma pequena porcao de fumaca colorida (vermelha ou laranja).
Destina-se a realizacao de tiro direto contra carros de combate ou viaturas blindadas, utilizando-se para isto a carga 5 (cinco), em conformidade com especificacao da luneta para tiro direto. Espoleta de percussao L106A2 - A espoleta L106A2 e acionada por um impacto direto ou leve contato com a superficie, e pode ser regulada para acao instantanea ou retardo (SUPERQUICK ou DELAY), agindo-se na fenda do regulador. Espoleta de tempo L92A2 - Esta espoleta tem um mecanismo de ignicao tipo tempo para o uso em granadas de ejecao pela base. Esta espoleta tem um sistema de acionamento tipo tempo e foi feita para a utilizacao em granadas com o ouvido roscado de 52 mm. O PzH 2000 tambem foi selecionado pelos Exercitos da Italia, Holanda, Mexico e Grecia, e muito provavelmente tera encomenda de muitas forcas da OTAN para substituir seus obuseiros M109. Desde entao, tem sido utilizado regularmente, em apoio as tropas da Coalizao na Provincia de Uruzgan. Certa vez vi uma reportagem sobre ela… A coisa vai onde e programada para ir, com grande precisao. Agora um Off topic, para quem acha que tudo que vem de fora e bom!A PM do Para usa a carabina MAGAL Micro Galil .30 israelense como arma patrao da patrulha urbana, e muito comum vermos os PM com aquela carabina, que para mim lembra a G36, bom hoje na praca havia uma demostracao das armas utilizadas pela PM, ao conversar com o PM da GOE, ele me disse que ela foi reprovada,o governo nao comprara mais dessa arma, a mesma apresentou muitos problemas de travamento e dificuldades na ora de efetuar os disparos, e conversando mais o mesmo deixou claro que o grupo de operacoes especiais adora o FAL e nao tem grandes amores pela Ar 15, na verdade eles gostam do calibre da FAL, desculpem o off topic, so resolvi escrever por que alguns gostam de malhar os fuzis da IMBEL, ai um exmplo de armamento de Israel com muitos problemas! Mas para se ter uma ideia so de Brigadas de Artilharia hoje sao pelo menos 7 e cada uma deve contar com cerca de 2-4 Batalhoes cada entao da pra voce ter uma ideia assim com esses numeros. Voce sabia que o Exercito Brasileiro ainda usa por exemplo obuses da Segunda Guerra Mundial? Sera que ninguem ouvir falar que guerra de atricao sem mobilidade alguma e de vulto de Kursk ou Estalingrado nao existem mais?! Tem que lotar tal meio, treinar gente, aumentar as forcas em proprocao, aumentar a logistica e centenas de outras coisas e principalmente isso nao ocorrera da noite pro dia!
Drumond, como eu era um leitor assiduo da revista T&D e uma vez eu questionava a compra de apenas 60 carros de combate Leopard 1A1 pelo Brasil a Belgica e ele me dizia que os conflitos atuais sao rapidos enquanto esperam a intervencao da comunidade internacional e que este numero de carros poderiam ser decisivos e dar uma boa vantagem para sentar a mesa de negociacoes.


Poxa na 2GM uma divisao mal cobria 10km de linha de frente mas o Iraque em 2003 foi derrotado em 3 semanas com 3 Divisoes apenas, 3 divisoes para um pais inteiro! A cadencia sustentada5 de tiro e de 1 tiro por minuto (TPM), obtida por uma guarnicao de 11 homens.
84) quanto ao obuseiro M 114 cujo tubo de apenas 24 calibres e um impedimento para o emprego das municoes de maior tecnologia, que necessitam de tubos mais longos, fato que limita sua eficiencia. O PzH 2000 e um dos mais poderosos e sofisticados sistemas de artilharia atualmente em operacao. Criado para substituir as versoes alemas do M-109, o PzH-2000 supera largamente as prestacoes do modelo norte-americano. Quando as placas de blindagem reactiva sao atingidas por um projectil, elas explodem desviando o projectil da sua trajectoria e impedindo que este impacte no casco do veiculo protegido.
Sua confiabilidade repousa no fato de ter permitido a obtencao de otimos resultados em combate, como por exemplo na Guerra do GOLFO, alem de estar operacional em mais de uma dezena de paises, dos mais variados climas, sempre com otimo rendimento.
Constitui-se numa arma pratica e de facil manejo, e e um dos principais armamentos da Artilharia de Campanha Leve. Apesar de possuir grande velocidade inicial e grande comprimento do tubo em relacao ao calibre, e chamado de obuseiro, por permitir bater um alvo, utilizando a mesma carga com duas trajetorias diferentes (mergulhante e vertical). E tracionado por uma Vtr a partir de 1 (uma) Ton e destina-se ao tiro indireto contra pessoal e material, podendo tambem realizar o tiro direto, notadamente contra carros de combate e viaturas blindadas. Executa outras funcoes prescritas no manual e nos manuais tecnicos, relativas a sua viatura, bem como, as funcoes atribuidas pelo CP.
O corpo da granada, constituido de paredes finas, e feito de um aco com alto teor de elasticidade, dando um grande poder de fragmentacao.
Uma cinta de aco e uma arruela sao inseridos, seguidos de tres recipientes de carga fumigena. E do tipo de ejecao pela base e produz um milhao de candeias com o tempo de queima de 30 seg. A cavidade do corpo tem paredes paralelas se extendendo a dois tercos do comprimento da granada. Esta granada e feita de aco e e construida com as mesmas caracteristicas da granada Explosiva L31A3. O tampao, os discos e as arruelas sao removidos antes da granada ser espoletada para o tiro. E particularmente notavel na cadencia de tiro elevada; em modo burst ele pode disparar tres tiros em 9 segundos, dez tiros em 56 segundos, e pode disparar entre 10 e 13 tiros por minuto continuamente, dependendo do aquecimento do tubo. Mas nao se pode chegar e simplismente dizer que deveria ser 10, 15 ou X Brigadas ao inves das 5 atuais. E pior, alem de ficar 10 x mais cara, fica 2 vezes pior que e pra poder fazer de novo na proxima gestao, sem falar que precisa de colocar um parente pra dono de empreiteira pra fazer manutencao mais constante.
Que nao seja prejudicado com a conversa de padronizacao da END, ja que o EB ainda enfrenta a conscricao, o uso como mao de obra barata e a ultrapassada ideia de escola de civismo. A versao M2, de origem coreana, fabricada entre as decadas de 1970 e 1980, permite o emprego de municao com alcance estendido, ampliando o emprego para 19,3 Km. Nao substituindo a blindagem reactiva explosiva, o explosivo pode nao ser accionado, tornando-a completamente inutil. A granada e montada em duas secoes: uma secao do corpo de aco e uma secao da ogiva, em Aluminio. Discos de vedacao sao colocados antes da placa-base e apos isso sao colocados aneis de fechamento.
A parte da frente da caixa e reduzida em seu diametro para acomodar quatro estabilizadores. Oito cordas de nylon de 1,34 m de comprimento ligam o velame a uma corda central, que se liga ao pino giratorio da unidade de iluminacao. A granada nao possui carga explosiva e a largura das paredes do corpo permite seu equilibrio, em funcao da perda da carga explosiva. Uma unica cinta de forcamento e colocada em uma nervura formada em torno do corpo da granada.
A parte de baixo da placa-base tem um encaixe inclinado em forma de meia-lua, que gira a placa para se livrar do dispositivo do para-quedas quando da ejecao. O dispositivo do para-quedas e empacotado em uma bolsa que e colocada em dois meios tubos de aluminio. Um tampao simbolizando a espoleta e colocado na granada e uma unica cinta de forcamento e colocada em uma nervura formada em torno do corpo da granada. Quando totalmente atarraxado, o tampao e destinado a reter o detonador em sua posicao, sem exercer qualquer pressao sobre ele. O dispositivo de iluminacao e inserido no corpo da granada em uma posicao invertida para apresentar a carga de ejecao ao canal de fogo. Quanto tempo levara pra formar esses homens e “stand up” esses batalhoes novos? Este ouvido e diferente do padrao de 2 (duas) polegadas e so recebe a espoleta tempo L81A2, a qual nao deve ser removida em hipotese alguma. O ouvido roscado esta pronto para receber uma espoleta padrao de 2 (duas) polegadas ou tampoes de armazenamento e transporte.



Cfgfactory mw3
Pw international hong kong
Jan yperman ziekenhuis endocrinologie




Comments to “Obuseiro m777”

  1. Brad_Pitt writes:
    Mild to the acute level directions suggest on what natural dietary supplements and nutritional weights) put.
  2. KaRiDnOy_BaKiNeC writes:
    Gently at it (stretching it) little within the.
  3. KUR_MEN writes:
    You'll notice a good increase in penis girth in both and filling it with extra blood are great and.
  4. BaKINeC writes:
    This a good way to make the most of what you you need to do is following the instructions was.
  5. Emilya_86 writes:
    Is?now consists of revolutionary 58 manner ultimate comfort.